(11) 4245-7117
(11) 98601-9388
contato@nopetec.com.br

A importância da Vivência

Created with Sketch.
Dentistas

A importância da Vivência

A NOP ETEC oferece em alguns cursos a vivência profissional e aqui damos algumas dicas para aproveitar melhor

 

1. Seja pontual

Tanto no primeiro dia quanto durante os meses subsequentes , faltar e atrasar são atitudes suficientes para que a empresa crie uma péssima impressão sobre você.

Quando faltas e atrasos são frequentes, é fácil adquirir a imagem de um estudante descomprometido e irresponsável e, acredite, isso já é suficiente para que você finalize sua vivência sem possibilidades de recomendações e de referências profissionais.

Sabemos, no entanto, que imprevistos acontecem. Por isso, seja responsável e avise seu superior sobre qualquer eventualidade que o impeça de comparecer ou que o faça atrasar, informando em quanto tempo você chegará à empresa.

Além disso, use o bom senso e sugira a seu chefe compensar o tempo que você ficou sem trabalhar. Essa postura indica que você não está fazendo “corpo mole” e que você leva a sério a sua função dentro da companhia.

2. Demonstre proatividade e iniciativa

Por isso, trate o estágio como se ele fosse seu primeiro emprego e demonstre proatividade e iniciativa. Procure solucionar as suas dúvidas prontamente, colocando em prática o que é aprendido dentro da sala de aula.

Atue com bom senso para não ser impulsivo e para não atrapalhar o andamento do seu trabalho. Além disso, demonstre interesse em aprender sobre a área, procurando conhecer mais sobre a sua função e sobre a importância para a empresa.

Aproveitar as orientações e as informações são atitudes que o ajudarão a crescer dentro da empresa e a ser um ótimo profissional tanto para ela quanto para si próprio.

3. Saiba conciliar curso e vivência

Essa dica é fundamental! Embora a maioria dos estudantes acredite que é legal estudar na vivência, pois assim ele demonstra ser dedicado aos estudos, na prática, a questão não é bem essa.

Se você faz parte da empresa, é porque ela precisa de você lá e investir seu tempo de trabalho e aprendizado prático estudando não é uma atitude adequada. Além disso, a vivência funciona como complemento à sua formação, portanto, se você não sabe aproveitar essa oportunidade, ela não agregará muitos benefícios às suas habilidades profissionais.

Por isso, lembre-se que cada tarefa tem seu momento próprio e não faça da sua empresa a sua sala de aula — ou vice-versa. Saiba administrar o seu tempo e, assim, você conseguirá desenvolver todas as atividades do curso e da vivência, cada uma em seu tempo e no seu lugar.

4. Faça um bom networking

A vivência é um ambiente propício para desenvolver bons contatos e bons relacionamentos profissionais. Por isso, demonstre interesse em atividades que demandem trabalho em equipe e mantenha boas relações com seus superiores, colegas e outros funcionários.

Assim, você desenvolve um bom networking dentro da empresa e garante boas oportunidades futuras.

5. Mantenha-se curioso desde o primeiro momento

Antes mesmo de garantir a vaga na instituição, pesquise a empresa, seus costumes, seus valores, sua missão e saiba sobre a sua história, sua trajetória e sua cultura.

Informe-se sobre o seu papel de atuação dentro da empresa, dedique-se a descobrir os trabalhos anteriores de seus potenciais chefes e orientadores e esteja afiado ligado quando for conhecer a empresa e os funcionários.

Ainda durante o estágio, continue demonstrando curiosidade em relação aos objetivos da empresa. Isso garante mais familiaridade com a instituição em que trabalha e agrega maior confiança por parte dos empregadores.

6. Seja discreto

A discrição é a chave de bons relacionamentos profissionais. Por isso, seja mais observador ao entrar na empresa, dê tempo ao tempo até conhecer as outras pessoas e até ser conhecido por elas.

Procure escutar mais e falar menos, pois estudantes que chegam muito comunicadores e extrovertidos podem acabar destoando do ambiente corporativo ou dando impressões negativas.

Cumprimentar, dialogar com os colegas, ser educado e simpático é sempre positivo, mas saber equilibrar essas práticas, principalmente quando estiver dentro da empresa, é fundamental.

7. Peça feedback

Correr atrás de feedbacks, manter um contato profissional próximo com seus chefes e aceitar profissionalmente as avaliações negativas são maneiras maduras de crescer e de aprender com a vivência. Aceitar e tratar positivamente os seus feedbacks é uma forma de trabalhar com mais segurança e de garantir um bom desenvolvimento profissional e pessoal.

Da mesma maneira, manter os seus superiores atualizados com relação às suas expectativas e aos seus receios são formas de crescer junto com a empresa, mantendo maior confiança e estabilidade durante o curso do estágio.

8. Seja responsável

A responsabilidade é uma das principais atribuições de um bom profissional e, certamente, de um bom estudante. Cumprir com suas tarefas em dia, trabalhar com compromisso, sensatez e não ser negligente em suas funções são maneiras de garantir um futuro profissional brilhante.

Afinal, essas habilidades são reconhecidas e valorizadas por qualquer empregador.

9. Mantenha uma comunicação adequada

Além de escrever e-mails de maneira formal e séria, evitando abreviaturas e coloquialismos, mantenha uma linguagem respeitosa ao conversar com os funcionários, evite uso de gírias e palavrões, tome cuidado com as brincadeiras e, durante os eventos corporativos, mantenha uma postura profissional educada.

A vivência é um momento para descobrimentos e, se bem aproveitada, pode ajudá-lo a traçar um caminho profissional de excelência. Lidar com todas essas “exigências corporativas” pode parecer, a princípio, complicado e tedioso. Lembre-se, no entanto, que muitas dessas condutas representam a sua essência e que, com um pouco mais de dedicação e esforço, fica mais fácil demonstrar a pessoa dedicada e comprometida que você já é!

 

Nenhum comentário

Adicione seu comentário